segunda-feira, 29 de março de 2010

De onde você é?




Abaixo segue uma crônica de Conceição Freitas, do Correio Braziliense.




Para quem não sabe, a imagem ao lado é da Catedral, por dentro. Encontrei no site http://architetour.wordpress.com/2009/10/09/catedral-de-brasilia/.




"De onde você é?




A repórter austríaca de pele cor de rosa e cabelos vermelhos quer saber onde foi parar a utopia, o que deu certo e o que não de certo, o que será do futuro de Brasília. A caixa de mensagem está cheia, como nunca, de Brasília. Histórias de candangos, perguntas, protestos, convites para manifestações em defesa da cidade e uma recente versão de “o que é ser brasiliense”. As tevês anunciam documentários sobre os 50 anos, os jornais preparam cadernos especiais, editores anunciam lançamentos de livros, livrarias organizam debates sobre a cidade.




Me perco diante de tantos acontecimentos simultâneos; a cidade que eu amo me escapa das mãos. Nunca a tive minha, mas escrevê-la é meu modo de vencer o estranhamento que ela provoca em meus sentidos. A insolência de Brasília me incomoda, mas o chão derramado que ela me oferece me seduz. (Quanto mais te aprendo, Brasília, mais me perco em você. Ainda mais agora, você no centro das atenções, seja pelo que de escandaloso aconteceu contigo, seja pela proximidade de seus 50 anos. Mas tenho percebido que a medida que se aproxima o 21 de abril, a tua plenitude urbana supera as vergonhas que te fizeram.)




Sou pequena para tanta Brasília, ela nem cabe no meu peito, mas invoco a sua presença o tempo inteiro e há tanto tempo que já nem mais como eu seria sem ela. Brasília me deu um filho que o tempo inteiro quer saber por quê. Por que as superquadras são fechadas de quatro em quatro? Por que o Eixão dividiu a cidade ao meio? Por que a cidade não tem calçadas? Por que é tão difícil andar de ônibus? É verdade que os comércios das entrequadras deveriam ser voltados para dentro? É verdade que o esboço das duas torres do Congresso Nacional já estava no projeto do Plano Piloto, de Lucio Costa? Faz 25 anos que Brasília molda o meu destino, ajusta meus pensamentos, me provoca inquietações, me enche de porques, me faz tremer de indignação, me irrita com sua aparente indiferença e me ensina a ser humana — é preciso invocar a humanidade o tempo inteiro pra dar conta da certa frieza e isolamento a que a cidade nos conduz.




Não sei o que seria de mim sem Brasília, sem suas (muitas) imperfeições, sem suas marcas de brasilidade, sem o território desbragado que me deixa em estado de perdição, sem a história dos brasileiros que a construíram. Talvez eu tivesse virado de evangélica ou esotérica, ou eremita ou andarilha. Talvez eu tivesse ficado amarga ou objetivamente ambiciosa, talvez eu tivesse morrido ainda em vida. Fiquei peripatética - aprendo andando, perambulando, procurando Brasília. Brasília me provoca diariamente, me pergunta quem ela é, me conta como foi loucamente lindo o seu surgimento.




Brasília me evoca o Brasil. Brasília me faz gaúcha, carioca, potiguar, goiana (goiana, goiana), mineira, nordestina, muito nordestina. Brasília me ensina a cada dia o nome de mais uma cidade. De onde você é?




Sou de Brasília".

quarta-feira, 17 de março de 2010

Negros: o que você esperava?

Veja abaixo este comercial, em língua espanhola, de combate ao racismo.



Dou meus parabéns pela iniciativa! No Brasil faltam MUITAS peças de propaganda que combatam as diferentes discriminações, esse é um serviço de utilidade pública.



Faça o seu próprio juízo sobre a qualidade do vídeo.

video

quarta-feira, 10 de março de 2010

Lady Gaga no País das Maravilhas


Esta é para dar umas boas risadas!




Fizeram e divulgaram na internet um trailer misturando cenas do filme Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton, que logo chegará ao Brasil, com trechos de clipes da Lady Gaga, para mostrar o quanto a bizarrice visual dos vídeos da cantora tem tudo a ver com o universo fantástico de Burton-Lewis Carroll (autor da obra original).




A foto ao lado é uma divulgação do filme que achei na rede.


Chorei de tão engraçada que ficou a montagem! Vejam neste link, que cai na Folha Online: http://www1.folha.uol.com.br/folha/videocasts/ult10038u704664.shtml.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Aniversário e Dia Internacional da Mulher


Neste fim de semana foi impossível encontrar tempo para postar qualquer mensagenzinha que fosse no blog, afinal, foram muitos os preparativos para o meu aniversário, que foi neste domingo!
-------:@
Estou felicíssima, primeiro por ter o meu companheiro ao meu lado organizando as coisas, segundo por estar com familiares e amigos próximos, festejando a vida!
-------:@
Do amor da minha vida, ganhei flores! :)
-------:@
Hoje é o Dia Internacional da Mulher. Acordei com os parabéns calorosos do meu parceiro, já estou no trabalho, tendo trocado congratulações com as outras mulheres!
-------:@
Como diz a música, "eu gosto de ser mulher, sonhar, arder de amor", e sou mais feliz ainda por aniversariar na véspera deste dia!

quinta-feira, 4 de março de 2010

Juscelinus


Em meio à crise política em Brasília, recebi uma música curiosa, versão rock do velho hino Brasília Capital da Esperança.




É um arquivo que abre com um trecho do pronunciamento do presidente Juscelino Kubitschek, fundador da nova Capital Federal, em 7 de junho de 1964, às vésperas da cassação de seus direitos políticos...



O áudio foi gravado em fevereiro de 2010, em homenagem aos 50 anos de Brasília.




Ficha técnica:


Lugão: voz
Gigião: guitarra e vocal
Rodão: baixo e vocal


O e-mail deles, para quem quiser cópia do áudio, é juscelinus@gmail.com.



A imagem no topo desta postagem foi feita pela Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis para seu desfile que falou do cinquentenário da Capital.



Para conhecimento, abaixo segue a letra do Hino original, composta por Capitão Furtado, com música de Simão Neto:

Em meio à terra virgem desbravada
na mais esplendorosa alvorada
feliz como um sorriso de criança
um sonho transformou-se em realidade
surgiu a mais fantástica cidade
"Brasília, capital da esperança"!

Desperta o gigante brasileiro
desperta e proclama ao mundo inteiro
num brado de orgulho e confiança:
nasceu a linda Brasília,
a "capital da esperança"!

A fibra dos heróicos bandeirantes
persiste nos humildes e gigantes
que provam com ardor sua punjança,
nesta obra de arrojo que é Brasília.
Nós temos a oitava maravilha

"Brasília, capital da esperança”!



quarta-feira, 3 de março de 2010

Recrutamento de Psicólogos para o Haiti


Querido(a) leitor(a),


Estou divulgando esta informação de cunho humanitário, na esperança de que ela chegue a psicólogos disponíveis para auxiliar. As pessoas precisam de apoio não apenas físico ou material, mas também psicológico, e muito!


"Programa da ONU recruta voluntários psicólogos para o Haiti

O Programa de Voluntários das Nações Unidas (UNV) está selecionando para início imediato psicólogos que possam, com seus conhecimentos, ajudar a reconstruir o Haiti. O Programa promove voluntariado de apoio à paz e desenvolvimento em todo o mundo, incentivando parceiros para integrar o voluntariado em programas de desenvolvimento e mobilização de voluntários. A iniciativa beneficia tanto a sociedade em geral como cada voluntário.


O psicólogo será responsável por diversas tarefas, como:


Identificar as necessidades e definir requisitos de treinamentos;
Ajudar no desenvolvimento de um processo de promoção sustentável;
Avaliar os índices de desempenho dos funcionários e elaborar relatórios;
Desenvolver e aplicar técnicas psicológicas (de psicologia) para o quadro de funcionários da administração e gestão da Polícia Nacional do Haiti;
Observar detalhes do trabalho e entrevistar funcionários para estabelecer aspectos físicos, mentais, educacionais e outras exigências profissionais;
Desenvolver técnicas de entrevista, avaliação em escalas e testes psicológicos para avaliar conhecimentos, habilidades, aptidões e interesses como auxiliares na seleção, colocação e promoção da Polícia Nacional do Haiti.


Para participar do programa, é necessário, entre outras atribuições, ter licenciatura em Psicologia e ou Psicologia Comportamental, experiência profissional na área, fluência em francês e conhecimentos de inglês.


O contrato é de 6 meses e prevê uma ajuda de custo mensal equivalente a US$ 2.429,00, além de auxílio financeiro para mudança, seguros de vida, saúde e invalidez permanente, reembolso de passagens aéreas, subsídio de reinstalação.


Para mais informações sobre o programa e inscrições, consulte o seguinte link: www.un.org/Depts/dpko/missions/minustah/ "

terça-feira, 2 de março de 2010

Um Olhar do Paraíso


No domingo à noite eu e o meu companheiro fomos ao Cinema com um grupo de amigos assistir a esse filme (cartaz ao lado).

-------:@

Achamos abaixo das expectativas, em especial na conclusão. O começo é instigante, porém não se sustenta, apesar do antagonista que de fato apavora, um assassino em série de mulheres com cara de pacato cidadão. O ator fez um trabalho fantástico ao interpretar esse personagem.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Por que é difícil o perdão?


Abaixo divulgo mensagem do José Nildo sobre o meu post de ontem, acerca do filme "Para Pedir Perdão", achei interessante a reflexão:


"Por que é difícil o perdão? Por que nossas crenças religiosas e valores que temos como mais essenciais na existência não nos ensinam que aqueles que nos fazem sofrer são nossos grandes instrutores no ensinamento do viver, no ensinamento de tornarmo-nos mais humildes com as condições, com os outros e com o tempo e o espaço curto de oportunidades que devemos colher sábias lições e propagá-las aos semelhantes".